A identidade secreta do novo Civic

Novo Civic

Novo Civic

A Honda resolveu seguir os passos de sua maior rival. Para reduzir custos, aumentar lucratividade e se manter competitiva no mercado,  promoveu uma série de mudanças no Civic, sem mudar a antiga plataforma. Ainda assim, decidiu defini-lo como uma “nova geração”. Este expediente é usado pela também japonesa Toyota nas “renovações” do sedã Corolla. Até a atual geração do Civic, a oitava, a Honda mudava totalmente o modelo a cada cinco ou seis anos. Agora, a plataforma lançada em 2005 ganhará sobrevida até, pelo menos, 2016. Mas a marquetice de vender uma remodelação como nova geração não é o único truque da Honda em relação ao “novo” Civic. Outro foi apresentar o modelo como se fosse um conceito em janeiro deste ano no Salão de Detroit, nos Estados Unidos. Só que o três volumes chega ao mercado norte-americano até o meio do ano: um prazo recorde entre a apresentação do conceito e a chegada do modelo de série ao mercado. Se fosse a sério.

O “novo” Civic está programado para chegar ao mercado brasileiro no fim do segundo semestre deste ano e será produzido na fábrica de Sumaré, interior de São Paulo. Nos Estados Unidos, o modelo classificado pela Honda como a 9ª evolução, chega com motorizações chamadas de HF, de high fuel, que combinam gás natural com propulsores a gasolina ou mesmo híbridos e a gasolina. A aposta da Honda é que a maior eficiência desses motores somados à reestilização da carroceria e do interior sejam suficientes para manter o Civic na atual dinâmica de vendas mundo afora ­ representa cerca de 30% de todos os Honda vendidos e já ultrapassou a marca de 15 milhões de unidades desde o início de sua produção, em 1972.

No novo visual, todas as peças externas de carroceria foram trocadas, com exceção das portas. A parte dianteira do sedã muda de acordo com a versão. Nas configurações mais “sociais”, como a HF, a grade angulosa é bem parecida com a do sedã compacto City. Acrescida de uma “bossa” de gosto duvidoso: uma fileira de leds azuis, que funciona como uma daylight, entre as duas primeiras barras da grade. Nas versões SI, a grade também fica mais angulosa, mas tem fundo telado e apenas uma barra no alto, como nos modelos atuais. Na versão cupê, que não virá para o Brasil, a grade tem um terceiro formato, com molduras grossas e abertura em forma de triângulo invertido. O para-choques ficou mais entalhado e dão uma ar bem robusto à frente do modelo. O desenho de cada uma das versões acompanha o estilo da grade ­ é mais liso na versão de luxo e mais cheio de detalhes nas esportivas. Os faróis, em formato triangular, são iguais nas três configurações.

Novo Civic

Novo Civic

 

Novo Civic

Novo Civic

 

Novo Civic

Novo Civic

 

Novo Civic

Novo Civic

Fonte: motordream

Sobre soveiculos

Com mais de 1.500m² de espaço, o nosso showroom é uma boa amostra do que de melhor faz a indústria automobilística mundial, num festival de marcas consagradas e exclusivas. O estoque no local gira entre 120 e 150 carros. Certamente você encontrará o modelo dos seus sonhos. Ou vários deles...
Esse post foi publicado em Lançamentos. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s